50 dias …


Este post é só uma reflexão do momento vivido.  A vida prega peças na gente,  algumas naturais, outras superáveis, mas e quando tudo se torna um pesadelo inexplicável?! Me pego pensando qual seria o aprendizado de tudo isso, até porque ao acordar, diferente de um pesadelo, os fatos continuarão sendo os mesmos. Os dias passam, já temos um mês, hoje 50 dias. Me questiono que aconteceu, quem se achou no direito de te subtrair de nosso convívio, como tu estás, quando voltarás… minhas perguntas não tem respostas, essa é uma parte do pesadelo. Não fechar o ciclo, não brigamos, nossa amizade de mais de 30 anos não se encerrou, como vamos viver com essa ausência?! Leio e releio atentamente tudo o que é escrito a teu respeito ou sobre o que aconteceu, nada faz sentido, o que sei de ti não te traz de volta, os comentários não sabem de ti, as pessoas estão tentando ajudar, uma grande comunidade. Tudo é incerto e isso dói. Tento estar a altura como amiga, acompanhar a tua mãe, o teu filho, ser um apoio para os dois.  Imagino como está a tua casa, que sempre cuidastes tanto, os teus bichos que eram tão presentes, o teu jardim e o teu pátio. Estou te esperando, enquanto isso vou ouvindo a tua voz nas intermináveis conversas de nossas madrugadas regadas a chimarrão e café.  São 50 dias de uma interminável saudade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s