A revolta dos gatos


FB_IMG_1447021051507

Sempre fostes uma apaixonada por bichos, todos os que se machucaram na frente da tua casa foram por ti acolhidos, não importando quantos já ali moravam. A última vez que contei eram três cachorros e sete gatos.  E apesar de serem tantos a casa sempre estava em ordem.  Nunca importou a raça, a cor, mas sempre importou a necessidade. E como eles te cercavam quando chegavas, era o sol que entrava iluminando a vida deles. Comida fresca, água limpa, para uma das gatas a torneira do tanque ficava gotejando, ali ela matava a sede. Sim, teus bichos tem personalidade, combinam com a dona. Ali eles chegaram, foram cuidados, ficaram, havia um motivo maior para morar ali, eram amados. A paixão pelos animais te pediu mais, cursar veterinária. Eram bichos educados, muitos na violência da rua, então extremamente carinhosos. Pela rua ficavam pulando de pátio em pátio até o portão abrir, a noite se tornara a hora do carinho da dona, para os mais velhos que perderam os dentes o tratamento era especial, para que pudessem comer e não perderem a dignidade na velhice. Um dia eles simplesmente se revoltaram, xixi por todos os lados, roupas sujas por cocô, os limites deixaram de existir, na casa pode fazer tudo, não interessa mais a ordem. Eles não sabem que te levaram, não sabem porque não estás lá, mas sentem que as coisas não estão bem, sentem a tua falta e o teu cuidado, é o jeito de dizer que querem a Cláudia de volta. A casa já não é a mesma, os bichos seguem na bagunça dos sentimentos, os deles reproduzem os nossos, andam a ermo procurando por ti, desnorteados, e nos cantos marcam o seu território, para te dizer, estive aqui te procurando, sinto a tua falta, volta!

3 pensamentos sobre “A revolta dos gatos

  1. Chocada com a descrição, se a desordem se estabelece na vida dos animais pela falta de quem os acolhe, imagino na vida de vocês amigos e parentes que a amam. A resposta virá e a vida se encarregará de empurrá-los para a frente mas com certeza esta é uma ferida que jamais irá cicatrizar. Que Deus se encarrega de dar forças a todos vocês para continuar a caminhada. Abraço Adriana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s