Eu tenho medo


wp-1472360952772.jpeg

Eu tenho medo de que a tua mãe nunca possa se despedir, de continuar sofrendo com o dia do teu aniversário, com o da data do teu desaparecimento,  de nunca saber o que te aconteceu, medo de que nunca tenhas um enterro digno, medo de que te esqueçam. São muitos os medos que me assolam sobre ti, não falo de falta de coragem, essa nunca me faltou, mas desse padecimento que tem nos corroído ao longo desses meses, ansiedade, frustração, esgotamento, a esperança sendo carcomida aos poucos causando uma dor inexplicável, e em muitos momentos uma apatia, pausa suficiente para recuperar o fôlego perdido. O medo aqui é a consciência do fato real de que nunca vais voltar e isso dói, traz uma falta de perspectiva, de expectativa, é a pura falta… Todos os dias eu penso e repenso e os cenários possíveis só causam mais mágoa. Dentro de mim habita um enorme desgosto e um medo de te magoar mais ainda… Se ao menos houvesse um lugar físico para poder te visitar, nem isso restou…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s