Uma carta 


Procurando a minha carteira de vacinação encontrei uma carta tua, de uma época que não tínhamos as redes sociais, dentro algumas fotos. Me dizias que estavas emocionada ao me escrever, com lágrimas nos olhos, porque seria a tua primeira carta desde que eu havia mudado para Brasília, tinha muita saudade ali no texto, como sentimos essa separação, todos nós, eu e as crianças também, elas corriam todos os finais de semana pelo teu pátio, enquanto nós sentávamos na grama para tomar chimarrão e tagarelar. A tia Cláudia foi enfermeira, amiga, mentora, exemplo… Fez dois anos que só falo contigo por aqui, um triste monólogo, ainda tem momentos que simplesmente a ficha não cai. A carta falava de um outro tempo, ainda tinhas uma inocência para com a vida, cheia de sonhos, plena de amor. Só queria te dizer que sinto muito a tua falta, essa carta trouxe muitas lembranças boas, de um tempo que nunca mais voltará.

#2anossemaCláudia 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s