Tantas coisas 



Tantas coisas aconteceram no decorrer de abril para cá e eu só pensava no porquê que tu não estás mais aqui, porque seria para onde eu correria, para falar, dividir, ouvir… Fica um imenso vazio, vários momentos me peguei pensando que era contigo que eu queria conversar,  fico P da vida com essa situação, depois migro para tristeza, volto a ficar com raiva e assim alterno sem um paradeiro que me acalme. Não há perdão! Pelo menos o meu não há! Isso também me deixa mal… Que situação miserável essa, de vida, de morte, de desaparecimento, vida miserável a de quem fez isso contigo, tu não merecias perecer assim e mereces ter um enterro digno. Me sinto roubada, privada da tua amizade, subtraída. Tempo que não volta mais…

Um pensamento sobre “Tantas coisas 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s