D. Zilá


Eu estive com a tua mãe no sábado, fui a noite tomar um café com ela, que continua sendo uma das mulheres mais gentis que eu conheci. Nossa, que rica mesa ela no serviu, simples, mas maravilhosa. Tinha bolo, uma torta de maçã, tinha pão, manteiga, geleia, presunto, queijo, tinha também pão de queijo, carolinas, e um café com muito carinho!

Lembrei de uma ocasião que minha mãe, muito doente, iria para a UTI, mas ainda estava lúcida, eu perguntei se ela queria alguma palavra de conforto e ela pediu uma única, a da tua mãe D. Zilá, que imediatamente pegou o seu carro e foi até o hospital para confortar a minha mãe, tendo em vista a gravidade. As duas oraram juntas, minha mãe foi tranquila, passou muitos dias na UTI, mas saiu de lá bem e forte.

É incrível como, apesar de tudo que a D. Zilá tem passado, como ainda se mantém gentil, digna e de uma aceitação religiosa imensa.

Sempre que eu for a pelotas continuarei indo lá na tua mãe, mas ainda não consigo sequer olhar pra tua casa, nem penso em pisar nela em algum outro momento, quero manter a única lembrança que tenho de lá, a tua, que fazia aquela casa brilhar pela tua presença.

2 pensamentos sobre “D. Zilá

  1. Dona Zilá tem uma fé inigualável. A tua amizade pela professora deve ser , a presença de sua filha , para ela. Que Deus as conforte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s