Carta D. Zila – 5 anos do desaparecimento da Cláudia




Há cinco anos que a tua janela está fechada. As roupas, que penduravas na veneziana, para pegar sol, não estão mais ali, mas o meu coração se alegra, porque sei que estás cheia de paz e luz.

Não estás mais participando das dificuldades deste planeta.

Filha, vem me dizer, no meu sono, como está a tua caminhada. Aqui estamos de quarentena, já faz quase um mês e ainda vai mais tempo.

Daí onde tu estás me cuida filha! A saudade cada vez aumenta mais.

Rogamos a Deus que te abençoe e te guarde e que Maria passe na tua frente e vá deixando, no teu caminho, as estrelas do seu manto.

Paz e luz filha, te amamos!

Mãe



P.S.: Filha, a fotografia que agora eu tenho, na minha cabeceira, és tu, com 3 anos, varrendo a cozinha.
É assim que eu te imagino agora… um anjo! (com um sorriso a coisa mais linda)

2 pensamentos sobre “Carta D. Zila – 5 anos do desaparecimento da Cláudia

  1. A ultima vez que conversei com a Claudinha, foi no Restaurante de Sao Jose do Norte..Estava com o Pedro e conversamos sobre muitas coisas..Semore com aquele sorrizo que lhe era peculiar, me falou um pouco da Ufpel, do seu trabalho no Centro de Biotecnologia..O chimarrao, sempre uma companhia inseparavel..Saudades Claudinha..Mas estas com Deus, com seu sorrizo contagiante…Ate….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s